servidor de e-mail corporativo

O servidor de e-mail corporativo é um recurso bastante utilizado nas empresas. De maneira geral, possui a missão de realizar o gerenciamento das mensagens eletrônicas, de modo a garantir que os e-mails enviados cheguem aos destinatários de maneira correta e segura.

Na prática, o uso desta tecnologia se dá em todas as áreas da empresa. Para se ter uma ideia, de acordo com dados da HBR Brasil, 81% dos gestores de vendas utilizam o e-mail como principal meio para contatar clientes. 

Nesse sentido, o servidor de e-mail corporativo não facilita apenas o processo de comunicação dentro da organização, mas também com os clientes externos, sejam consumidores, fornecedores ou público em geral.

Com isso, as corporações conseguem atingir ganhos com eficiência na operação, redução de custos, clareza na tramitação de informações e credibilidade com o mercado. 

No entanto, é possível também alcançar outros benefícios relacionados à infraestrutura. Continue com a sua leitura e saiba quais são eles.

Veja também: Proteção de dados: cresce o investimento em segurança na nuvem, segundo pesquisa

Quais os benefícios do servidor de e-mail corporativo?

Dentre as principais vantagens, podemos citar:

Segurança

Segundo dados divulgados pela Search Cio, 90% dos ataques cibernéticos começam por e-mail. Nesse cenário, o servidor consegue inibir essas ameaças de maneira prática e promover um monitoramento mais detalhado para o time.

Outrossim diz respeito ao backup dessas mensagens, isso porque eles são feitos periodicamente e, dessa forma, minimizam-se as chances de perdas dos dados sensíveis.

Custo-benefício

Muitos gestores de TI utilizam provedores comuns acreditando que um servidor de e-mail corporativo é uma solução que necessita de um investimento exacerbado. Mas, não é bem assim que funciona.

De modo geral, é possível realizar a implementação desse serviço com uma relação de custo-benefício bastante vantajosa. 

Painel de gerenciamento centralizado

Lembra-se que falamos a respeito do monitoramento facilmente feito pelo servidor? Pois bem, isso é possível porque a ferramenta fornece um painel de gerenciamento totalmente centralizado.

É muito fácil perder informações, principalmente quando se tem dezenas, centenas ou milhares de contas para administrar. 

Nesse sentido, o painel auxilia nessa gestão, pois facilita a identificação de filas de e-mails, geração de relatórios, definição de estatística e outros avaliação de outros dados relacionados.

Leia mais: Gestão de TI: 5 dicas para liderar a equipe no “pós-pandemia”

Suporte

Ao contar com um servidor de e-mail corporativo totalmente dedicado, a empresa tem acesso a um suporte completo e centralizado.

Dessa forma, problemas são facilmente resolvidos e minimizam-se as chances de haver quaisquer interrupções que atrapalhem o funcionamento da ferramenta, aumentando a disponibilidade da operação.

Personalização

Por fim, uma característica bastante própria do e-mail corporativo é a possibilidade de personalização, permitindo que o nome da organização em questão seja colocado depois do arroba (email@nomedaorganizacao.com.br).

Com isso, a empresa promove uma comunicação mais clara e transparente com a identidade do negócio, além de ganhar a confiança do público. 

Você pode se interessar: Como escolher o melhor antivírus para empresas?

Conheça a add it Cloud Solutions?

Para garantir a utilização de um servidor de e-mail corporativo qualificado e experiente, é fundamental contar com um parceiro de negócios especializado no setor, como a add it Cloud Solutions.

Com mais de 20 anos de vivência no mercado de Tecnologia em Nuvem e Infraestrutura de TI, fornecemos aos nossos clientes soluções completas de Cloud Computing, como o E-mail Cloud

Auxiliamos em toda a migração para a ferramenta e oferecemos um painel detalhado, com alta compatibilidade e fácil gerenciamento. Tudo isso com um suporte aprimorado e disponível 24×7.

Deseja saber mais? Acesse agora mesmo e converse com um de nossos representantes! Estamos disponíveis para ajudar a sua empresa!

Tags:

Comments are closed