gestão de continuidade de negócios

A gestão de continuidade de negócios para implementação de iniciativas voltadas à preservação de dados e dos próprios ativos das corporações têm ganhado espaço no mercado.

Para se ter uma ideia, 43% dos gestores estão investindo no gerenciamento de acesso e 17% em treinamentos para orientação dos colaboradores a respeito das melhores práticas de segurança, visando maximizar a capacitação remota, segundo dados da Hitachi ID Systems.

Nesse sentido, a gestão de continuidade de negócios consiste em um processo que tem por objetivo reduzir os riscos de paradas abruptas ou falhas que coloquem em risco as atividades da operação.

Dentre os principais benefícios envolvidos na elaboração e implementação dessa estratégia, podemos destacar:

  • Maior efetividade da equipe;
  • Redução de custos;
  • Melhor conscientização dos colaboradores;
  • Diminuição de vulnerabilidades cibernéticas;
  • Disponibilidade dos ativos.

Mas, afinal, como planejar a gestão de continuidade de negócios? Para responder esse questionamento, elaboramos um conteúdo completo. Continue com a sua leitura e saiba mais!

Você pode se interessar: Software para home office: por que incorporar esse recurso no trabalho remoto?

Bases para planejar a gestão de continuidade de negócios

Na prática, o planejamento da gestão de continuidade de negócios possui três bases que, por sua vez, visam cobrir toda e qualquer possibilidade de paradas que atrapalhem o andamento das tarefas internas. São elas:

Segurança cibernética 

As vulnerabilidades cibernéticas são responsáveis por uma série de problemas nas organizações, desde ataques cibernéticos até roubos de informações.

Por essa razão, um dos alicerces da elaboração da gestão de continuidade de negócios é a produção de um bom planejamento de preservação de dados. 

Por sua vez, ele não é realizado apenas com a adoção de um software completo, mas também com a definição de políticas de privacidade, gerenciamento de acesso e treinamento com os colaboradores a respeito das boas práticas internas.

Infraestrutura da rede

Outro aspecto fundamental da gestão de continuidade de negócios é a Infraestrutura da rede, como conexões com a interna, disponibilidade de linhas de comunicação, armazenamento e outros dispositivos semelhantes. 

Com isso, pode-se garantir melhor efetividade dos processos e a redução de riscos da rede ficar indisponível para utilização dos colaboradores, assim como os softwares.

Disponibilidade dos equipamentos

Por fim, não podemos falar a respeito da gestão de continuidade de negócios sem citar a importância da disponibilidade dos equipamentos, afinal, sem maquinários corretos e devidamente funcionando, dificilmente uma empresa conseguiria manter a operação produzindo.

Nesse sentido, o plano de gerenciamento de crises deve considerar toda a estrutura física da empresa, como os computadores, telefones e outros equipamentos utilizados, além dos aspectos elétricos.

Com esses três elementos é possível não apenas mapear possíveis riscos na infraestrutura, mas também planejar ações paliativas em casos de quedas ou quaisquer outros problemas que ofereça dificuldades na produtividade e eficiência da equipe

Saiba mais: Inovação empresarial: como funciona o armazenamento em nuvem

Conheça a add it Cloud Solutions!

A add it Cloud Solutions é uma empresa que possui mais de 20 anos de vivência no mercado de Computação em Nuvem e oferece aos seus clientes a solução de Recuperação de Desastres

Contando com profissionais preparados, tecnologias inovadoras e expertises no setor, a add it auxilia na elaboração e implementação da gestão de continuidade de negócios, promovendo aos seus parceiros toda a comodidade de uma infraestrutura funcionando o tempo todo e além de suporte completo por 24×7.

Deseja saber mais? Entre agora mesmo em contato e tire todas suas dúvidas com a nossa equipe!

 

Categories:

Tags:

No responses yet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *