Os serviços e armazenamentos remotos são uma realidade cada vez mais presente em nossa sociedade, com vários modelos de implantação de computação em nuvem surgindo no mercado, a fim de trazer soluções que atendam às necessidades das empresas.

De acordo com um relatório divulgado pela Fortinet, empresa norte-americana especializada em cibersegurança, a chamada multicloud já é adotada por mais de 75% das organizações no Brasil e em toda a América Latina.

Leia também: Jornada Cloud: Como preparar a sua equipe para trabalhar com a nuvem

Tipos de nuvem disponíveis

Existem pelo menos três tipos de modelos de implantação de computação em nuvem, dos quais iremos falar agora, contando as suas principais características e particularidades. Confere só:

Nuvem Pública

O primeiro dos tipos de implantação em nuvem é a alternativa pública, que consiste em ter um provedor terceirizado, que por sua vez é responsável por fornecer soluções para inúmeras pessoas e empreendimentos ao mesmo tempo.

Vale ressaltar que esta opção é usada tanto pela população em geral, quanto por empresas, e ela é normalmente gerenciada por um grande número de servidores, que é o núcleo de todas as operações e decisões pertinentes a ele.

Aqui tudo é compartilhado, mas não necessariamente todos possuem o mesmo acesso aos recursos, já que alguns podem ser cobrados com uma taxa extra, de acordo com a demanda.

Por ter alguns serviços “gratuitos”, suas mudanças e atualizações também são impostas, ou seja, mesmo que você não queira fazer uso delas, o sistema muda e você se vê forçado a se adaptar novamente.

Veja também: Por que investir em infraestrutura em nuvem agora?

Nuvem Privada

O segundo dos modelos de implantação de computação em nuvem, a nuvem privada, já é essencialmente distinto do anterior, com seus recursos deixando de ser totalmente compartilhados com todos.

Quem contrata este tipo de solução, tem uma infraestrutura e servidores dedicados para as suas necessidades específicas, com um alto grau de personalização e garantindo uma maior segurança da informação, permitindo ou negando o acesso aos seus dados.

Ela é ideal para as empresas que querem crescer e sabem até onde podem e querem chegar no mercado.

Leia também: Nuvem privada: como proteger a sua empresa de ataques cibernéticos?

Nuvem Híbrida

O último dos modelos de implantação de computação em nuvem, a nuvem híbrida, busca conseguir ter o melhor das duas opções acima citadas.

Aqui teremos a união entre ter servidores dedicados e exclusivos para o seu empreendimento, armazenando dados e informações importantes para o seu negócio, com a ideia de baratear ainda mais os seus custos para guardar o que não for tão importante.

Em outras palavras, na nuvem privada você mantém o que realmente deve ser priorizado e preservado, enquanto na pública o compartilhamento tem um grau de importância menos relevante.

Dessa forma, o seu valor total se torna mais acessível e flexível, fazendo com que pequenas organizações consigam fazer a sua migração para o ambiente digital de forma mais gradual, ganhando em mobilidade, agilidade e reduzindo seus custos com estrutura local de TI.

Veja também: Nuvem híbrida: como realizar o gerenciamento de segurança?

Para fazer a sua implantação de computação em nuvem, chame a add it!

Com tantos modelos de implantação de computação em nuvem, é muito importante contar com uma parceira experiente e qualificada na área de TI, e para te acompanhar nessa jornada, conte com a add it Cloud Solutions.

Temos mais de 20 anos de atuação no mercado, ajudando diversas empresas a fazer a sua transformação digital, migrando bases de dados para a nuvem, com um suporte 24×7 e capacidade técnica diferenciada.

Acesse agora mesmo e fale com um de nossos especialistas.

Tags:

Comments are closed

Categorias

Newsletter


Iniciar chat
1
Eu não sou um robô!
Oi, eu estou aqui no Whatsapp se você quiser falar!