Não é um grande segredo dizer que a demanda por soluções cloud tem aumentado nos últimos anos, especialmente com a polarização da transformação digital e a necessidade de aumentar o diferencial competitivo das empresas. Nesse cenário, escolher o melhor modelo de nuvem é crucial para ter sucesso nessa migração.

Sabemos que a inovação é uma pauta forte dentro das organizações. Para se ter uma ideia, dados da McKinsey nos revelam que os gastos com tecnologia devem crescer mais de 50% entre 2015 e 2030. 

Por sua vez, essa busca por transformação tem como objetivo principal otimizar os fluxos internos e melhorar a eficiência da operação, reduzindo as atividades manuais e aumentando, consequentemente, a produtividade dos colaboradores.

As soluções cloud auxiliam nesse fluxo, desde que os gestores adotem um modelo de nuvem adequado. Para te ajudar a descobrir as diferenças entre as soluções de nuvem privada e pública, assim como qual é a mais apropriada para o seu negócio, elaboramos um conteúdo completo. Continue com a sua leitura e confira. 

Você pode se interessar: BYOD: o que é essa tendência na área de TI e quais são os cuidados que as empresas devem ter?

Quais as principais diferenças entre nuvem privada e pública?

De maneira geral, a nuvem privada pode ser definida como uma infraestrutura totalmente dedicada a apenas uma empresa e que permite personalização completa.

A principal característica desse modelo de nuvem, sem dúvidas, é a flexibilidade. Por garantir customização, ela se adapta facilmente a qualquer realidade de negócios, o que inclui porte da empresa, número de usuários e outras variações.

Além disso, é um tipo de solução que oferece maior segurança de dados, especialmente se comparada com as nuvens públicas, que não são indicadas para qualquer cenário. Com isso, os gestores conseguem alcançar alto nível de conformidade, proteção de dados, padronização e estabilidade.

Já a nuvem pública trata-se de uma infraestrutura compartilhada, ou seja, as organizações dividem espaços de armazenamento e dispositivos de rede com outras redes. Embora não ofereça tantas possibilidades de customização, esse modelo de nuvem se destaca pelo seu baixo custo e alta disponibilidade. 

Como escolher o melhor modelo de nuvem?

Como citado no tópico anterior, as nuvens privada e pública são bastante diferentes. Por isso, os gestores precisam analisar cada opção e escolher um modelo de nuvem que realmente faça sentido para as necessidades dos negócios.

Para tal, porém, algumas dicas podem ser bem úteis, como:

  • Analisar as necessidades da operação: faça um levantamento acerca da sua operação e analise exatamente o que a sua empresa necessita. Entenda quantos usuários precisarão acessar a nuvem, níveis de acessos, tipos de arquivos ou softwares que serão migrados e outras informações semelhantes. Quanto mais detalhada for essa avaliação, mais assertiva será a sua decisão;
  • Estabelecer metas: em segundo lugar, é preciso alinhar um objetivo para a migração na nuvem, como aumento da eficiência, segurança ou outros. Quanto se tem metas claras, é mais simples de analisar qual modelo melhor atende esses objetivos;
  • Verificar o suporte oferecido pelo provedor: por fim, antes de escolher o melhor modelo de nuvem, analise o suporte oferecido pelo provedor desde o planejamento até a sustentação da solução, com o objetivo também de alinhar a prestação de serviço com o parceiro mais qualificado do mercado. 

Leia também: 5 motivos para contar com uma consultoria cloud computing

Conheça a add it Cloud Solutions!

A add it Cloud Solutions pode ajudar o seu negócio a não somente escolher o melhor modelo de nuvem, mas também em todas as fases de migração para a solução cloud. 

Com mais de 20 anos de experiência no setor, oferecemos aos nossos clientes soluções em nuvem completas para modernizar a Infraestrutura de TI e garantir a Segurança Cibernética das organizações. 

Nossas soluções em nuvem privada se destacam pelas seguintes características:

    • Alta performance: nuvem 100% SSD/NVMe;
    • Baixo custo: zero investimento de CAPEX, cobrança fixa feita em reais já com os impostos, sem cobrança de tráfego de dados ou I/O em disco;
    • Total suporte: fazemos a gestão da infraestrutura de TI, enquanto sua empresa foca apenas na aplicação e suporte ao usuário;
    • Alta disponibilidade: garantia de continuidade do negócio, qualidade e flexibilidade;
    • Segurança da informação: infraestrutura robusta e com camada de segurança adicional.

 

Você quer saber mais? Acesse agora mesmo e converse com o nosso time.

Tags:

Comments are closed

Categorias

Newsletter


Iniciar chat
1
Eu não sou um robô!
Oi, eu estou aqui no Whatsapp se você quiser falar!