migração para a nuvem

A migração para a nuvem tem se tornado um processo cada vez mais comum em organizações que desejam não apenas alcançar plena maturidade digital, mas também garantir conectividade, diferencial competitivo, redução de custos e continuidade do negocio. 

Para se ter uma ideia, dados do Gartner nos revelam que, em 2020, foram gastos cerca de US$ 270 bilhões com soluções em nuvem. As previsões para 2021 é que esses investimentos cresçam 23,1%, alcançando custos de US$ 332,3 bilhões.

Apesar de toda essa expansão, a migração para a nuvem deve ser implementada com cuidado e de maneira acertada, caso contrário, as chances dessas tecnologias serem subutilizadas e não resolverem de pronto as necessidades da organização são enormes.

Dados divulgados pelo CIO citam que 74% das empresas podem perder a competitividade se a área de tecnologia não conseguir manter uma nova estrutura rodando em menor tempo. Por outro lado, 56% dos gestores não conseguem completar todas as tarefas que seus negócios demandam.

Para te ajudar a evitar esses riscos e garantir sucesso na migração para a nuvem, elaboramos um conteúdo completo com o passo a passo desse processo. Continue com a sua leitura e confira!

Leia também: Home office na pandemia: 5 tecnologias para facilitar a atuação de PMEs

Passo a passo da migração para a nuvem

Dentre as principais iniciativas para implementar as soluções em nuvem, podemos citar:

Avalie sua infraestrutura de TI atual

Nenhuma mudança pode ser feita sem entendimento do estado da sua infraestrutura atual, isso porque as práticas adotadas e o planejamento precisam estar completamente alinhados à real necessidade do seu negócio.

Nesse cenário, levante informações sobre a sua área tecnológica e faça uma auditoria detalhada, identificando as ferramentas utilizadas, processos e gargalos. 

Estabeleça o que fará parte da migração

Com base nos dados levantados, é momento de mensurar o que fará parte da migração para a nuvem. É preciso avaliar todos os recursos e realizar um planejamento com base na criticidade dos aparatos. 

Ou seja, dados e sistemas que precisam ser acessados simultaneamente, contém informações sensíveis ou outra realidade que necessite dessa migração imediatamente.

Esse tipo de análise auxilia em tomadas de decisões mais assertivas para não sobrecarregar a infraestrutura em nuvem, promover mais eficiência e tornar a operação mais efetiva, evitando a migração de itens desnecessários.

Escolha o tipo de serviço que precisa

De maneira prática, é possível contar com dois tipos de soluções em nuvem: Híbrida e Privada. A Nuvem Privada é caracterizada pela opção robusta de personalização e adequação, isso é possível porque a empresa conta com um servidor totalmente dedicado.

Nessa opção, a sua organização tem acesso também a uma infraestrutura com alta capacidade técnica e possibilidades aprimoradas de segurança digital, minimizando os riscos de invasões ou roubos de dados.

Por outro lado, a Nuvem Híbrida é bastante semelhante à Privada, oferecendo aos negócios a customização e alto nível de privacidade. No entanto, o servidor não é totalmente dedicado, isso porque combina espaços na nuvem privada e pública.

No entanto, na Nuvem Híbrida, tudo pode ser migrado com toda a segurança que a sua empresa precisa e por valores ainda mais interessantes que a Nuvem Privada.

Considere um plano de migração por etapas

Apesar da migração para a nuvem ser um processo rápido e eficiente, é preciso planejar com sabedoria, de modo a evitar erros comuns, gargalos ou outros problemas.

Diante disso, considere um plano guiado por etapas, que permite melhor controle sobre a implementação dessa solução e minimiza os riscos de interrupções no funcionamento da sua operação.

Monitore e realize testes

Os testes são essenciais e eles podem ser realizados tanto no final de cada etapa de migração, quanto após todo o processo já ter sido concluído. 

Independentemente da sua escolha, não deixe de analisar a ferramenta e a efetividade na gestão de demandas, assim como os acessos internos ou externos, de modo a garantir que tudo está funcionando adequadamente.

Invista tempo na preparação dos colaboradores

Por fim, muitos incidentes na operação podem acontecer por erros dos próprios colaboradores, causando interrupções e vulnerabilidades operacionais.

Para evitar esses riscos, invista tempo na preparação dos colaboradores, treinando esses funcionários a respeito das boas práticas de utilização da ferramenta, distribuindo informações relevantes e tirando dúvidas frequentes.

Quanto mais alinhada a sua equipe estiver durante e após a migração para a nuvem, melhor será a adaptação e os resultados gerados por meio da solução.

Leia mais sobre o assunto: Serviços de nuvem da add it: conheça os benefícios

Conheça a add it Cloud Solutions!

A add it Cloud Solutions pode ajudar o seu negócio em todo o processo de migração para a nuvem. Contando com mais de 20 anos de experiência no mercado Cloud e técnicos especializados, fornecemos soluções completas e inovadoras. 

Auxiliamos a sua empresa desde o planejamento, definindo as melhores iniciativas de acordo com as necessidades do seu negócio, propondo serviços totalmente personalizados.

Nesse cenário, garantimos suporte total em todas as etapas na jornada para a nuvem, realizando os devidos testes e garantindo atendimento 24x7x365 para eventuais dúvidas, tudo para proporcionar à sua empresa as melhores soluções e garantir ótimos resultados.

Com os nossos serviços em nuvem, a sua organização pode atingir retornos como melhor eficiência operacional, redução de custos, alta disponibilidade dos ativos, segurança cibernética, alta governança em TI e diferencial competitivo.

Deseja saber mais? Acesse agora mesmo e fale com a nossa equipe!

 

Tags:

Comments are closed