gestão de continuidade de negócios

A gestão de continuidade de negócios é uma iniciativa fundamental para empresas que desejam alcançar melhor desempenho da operação e, principalmente, evitar paradas nos ativos internos.

De maneira prática, esse planejamento tem como objetivo principal identificar quais são as principais ameaças de uma empresa e os impactos esperados caso elas se concretizem.

Com essas informações, é realizado um plano completo para a gestão de continuidade de negócios, com ações preventivas e paliativas, de modo a minimizar interrupções e reduzir falhas que prejudiquem a operação. 

De acordo com o levantamento do PageGroup, divulgado pelo Valor Investe, o momento atual, marcado pela crise humanitária, acelerou as dinâmicas dos processos operacionais, visto que 2 em cada 3 executivos estão tomando decisões mais rápidas

Além disso, 37% dos líderes notaram que as decisões estratégicas estão mais centralizadas, envolvendo um gerenciamento operacional mais direcionado.

Por sua vez, para acompanhar essas tendências e, principalmente, flexibilizar a operação, a implementação da gestão de continuidade de negócios torna-se fundamental. 

Para te ajudar a compreender a importância desse processo, elaboramos um conteúdo completo com 5 razões que fazem dele um bom investimento para a sua empresa. Continue com a sua leitura e saiba mais. 

Leia mais: Retomada de atividades: como reduzir custos no armazenamento em nuvem empresarial?

5 motivos para implementar a gestão de continuidade de negócios

Dentre os principais motivos para adotar a gestão de continuidade de negócios, podemos citar:

1 – Gerenciamento baseado em dados

A execução desse processo é precedida por uma análise minuciosa da operação, que considera todos os ativos internos, quantidade de funcionários, equipamentos, softwares e outras informações acerca da infraestrutura de TI.

Com isso, os gestores conseguem implementar uma administração mais eficiente e acertada, baseada em dados estratégicos e atualizados.

2 – Agilidade na tomada de decisões

Elencando o tópico anterior, com dados atualizados e acertados, é possível acelerar a tomada de decisões, maximizando a efetividade de toda a gestão interna.

Além disso, em casos de dificuldades ou falhas na operação, os gestores possuem informações suficientes para implementar ações paliativas e acertadas.

3 – Minimização de perdas 

Em caso de desastres ou falhas, os gestores conseguem minimizar perdas e, principalmente, o tempo de inatividade.

A gestão de continuidade de negócios permite planejar previamente ações para assegurar o bom funcionamento da operação, que são implementadas de maneira ágil, reduzindo os riscos de problemas maiores.

4 – Redução de custos

Outro benefício alcançado com a implementação desse plano é a minimização de custos em toda a operação.

Esse ganho é justificado pela eficiência e maior disponibilidade de toda a infraestrutura, evitando, assim, prejuízos e gargalos. 

5 – Vantagem competitiva 

Por fim, a gestão de continuidade de negócios promove às empresas vantagem competitiva sobre seus concorrentes.

Além disso, as organizações tendem a ser mais resilientes em tempos de crise e dificuldades, expandindo com mais facilidade os negócios.

Você pode se interessar: Processos gerenciais: veja como otimizar a operação e aumentar a produtividade interna

Conheça a add it Cloud Solutions!

Para implementar a gestão de continuidade de negócios, é fundamental contar com uma parceira especializada e experiente no setor, como a add it Cloud Solutions.

Com mais de 20 anos de vivência, oferecemos aos nossos clientes soluções completas para a Infraestrutura em Nuvem e Cibersegurança, como o Disaster Recovery

Auxiliamos os nossos clientes no planejamento e implementação desses serviços, garantindo fácil instalação, uma operação mais eficiente e sem interrupções, automação e escalabilidade. 

Deseja saber mais? Acesse agora mesmo e conte com todo o apoio da nossa equipe!

Categories:

Tags:

Comments are closed