cloud computing

Você sabe que os serviços de cloud computing já existem há um certo tempo no Brasil e no mundo, mas foi durante os meses de isolamento social, causado pela pandemia da Covid-19, que este termo se popularizou ainda mais.

Isso porque, com o aumento do trabalho remoto, a migração para a nuvem se tornou mais do que uma necessidade: uma realidade para que as empresas pudessem manter suas operações, mesmo à distância. 

Mas para saber como essa tecnologia funciona, na prática, e como ela pode ajudar a sua empresa a ter mais eficiência em suas operações, é preciso entender alguns pontos importantes. Por isso, preparamos este artigo, acompanhe!

Cloud computing: quais os principais benefícios dessa tecnologia?

Nos dias de hoje, o cloud computing não apenas já faz parte da infraestrutura das organizações, como é um ponto fundamental de algumas companhias. Um bom exemplo são negócios que já nascem digitalizados e, portanto, geralmente têm a nuvem no seu DNA.

Alguns benefícios práticos dessa tecnologia são:

  • Flexibilidade e escalabilidade;
  • Monitoramento fácil e rápido;
  • Otimização de processos de TI;
  • Provisionamento automático de recursos;
  • Melhoria na comunicação e nos processos da empresa;
  • Conectividade otimizada;
  • Alta disponibilidade;
  • Mais segurança da informação.

 

Leia também: 4 bases da transformação digital nas empresas 

Mas afinal, quais são os serviços em nuvem mais utilizados?

Segundo uma pesquisa do Gartner, o segmento de serviços de TI esteve entre as três áreas de maior crescimento em 2021. Isso acontece, principalmente, porque a computação em nuvem foi vital para toda a transformação digital que aconteceu até agora. Porém, ela ainda tem um grande papel para desempenhar nos próximos anos. 

Gestores precisam entender quais são os tipos de tecnologia cloud computing que mais se adequam aos seus processos, para que a aplicação seja efetiva. Separamos a seguir algumas características dos serviços em nuvem mais utilizados:

Nuvem pública

Na nuvem pública, o sistema de cloud computing é oferecido por um provedor terceirizado que administra os conteúdos dessa nuvem. Dessa forma, os recursos como servidores e armazenamento, e outras infraestruturas de suporte, ficam sob a responsabilidade desse mesmo provedor.

Nuvem privada

Na nuvem privada, os serviços e a infraestrutura ficam em uma rede exclusiva para a companhia ou organização. Ela pode tanto estar localizada fisicamente no Data Center local do negócio, quanto hospedada em um provedor de serviços terceirizado. Este serviço traz muitas das mesmas vantagens que a pública, como agilidade e flexibilidade. No entanto, ela oferece um maior nível de segurança e privacidade. 

Leia depois: Nuvem privada: como proteger a sua empresa de ataques cibernéticos

Nuvem híbrida

Neste modelo, os dois cenários anteriores (público e privado) são combinados para permitir a transferência de dados e compartilhamento de plataformas entre eles, trazendo maior flexibilidade e otimizando a infraestrutura e segurança da empresa. Essa é uma estratégia bastante utilizada para reduzir custos, por exemplo, uma vez que enquanto a nuvem pública tem um melhor custo-benefício, a privada garante uma melhor proteção para dados importantes.

 

Conheça a add it Cloud Solutions!

Com mais de 20 anos de experiência no mercado, somos especializados em Soluções em Nuvem, Infraestrutura de TI e Segurança Cibernética. 

Dentre o nosso leque de serviços, oferecemos o Disaster Recovery, em que monitoramos a sua empresa 24×7 por meio de uma Plataforma de IT Resilience. 

Com isso, conseguimos mitigar falhas e deixar os seus sistemas sempre disponíveis, assim como reduzir consideravelmente os riscos de ataques cibernéticos, vazamentos ou roubos de dados.

Quer saber mais? Acesse agora mesmo e entre em contato com o nosso time.

Tags:

Comments are closed

Categorias

Newsletter


Iniciar chat
1
Eu não sou um robô!
Oi, eu estou aqui no Whatsapp se você quiser falar!