Gestão de TI

Para a gestão de TI ser realmente efetiva, é fundamental monitorar o desempenho da equipe, dos processos e os resultados atingidos pelo setor. Para isso, é preciso utilizar os famosos KPIs – Key Performance Indicator, que em tradução livre significa indicadores de performance. 

Afinal, em um cenário de transformação digital e mudanças nos processos organizacionais, se tornou indispensável mensurar todas as atividades realizadas na área de TI. Até porque, como diria o pai da administração moderna, Peter Drucker:

 

“O que pode ser medido, pode ser melhorado”.

Logo, por meio de métricas, é possível gerenciar os resultados das ações aplicadas para os mais diversos objetivos. 

Atualmente, há inúmeros indicadores capazes de fornecer insights e facilitar a tomada de decisão na gestão de TI. Por isso, é comum haver dúvidas sobre quais índices devem ser acompanhados. 

Então, confira os principais indicadores que não podem ficar de fora de sua estratégia:

1. Net Promoter Score (NPS) 

A área de tecnologia da informação pode ser comparada a um “fornecedor” que atua dentro da empresa. Até porque desenvolve soluções que podem facilitar a rotina de todos os setores. Mas isso depende de alguns fatores, como a rapidez na entrega das solicitações

Neste sentido, um indicador que pode auxiliar a gestão de TI é o Net Promoter Score (NPS). Apesar de ser bastante aplicado para os consumidores, também é interessante para áreas internas de uma empresa. Isso porque mede a satisfação das diferentes equipes com as tarefas desempenhadas pelos profissionais de TI. 

insights valiosos por meio de uma única pergunta: “em uma escala de 0 a 10, qual é a probabilidade que você recomendaria (o setor de TI) para os seus colegas de trabalho”? 

As respostas são divididas em três categorias:

      ● 0 a 6 (considerados detratores);

      ● Entre 7 e 8 (considerados passivos ou neutros);

      ● Entre 9 ou 10 (chamados promotores).

Com os resultados, faz-se o seguinte cálculo

% de promotores – % de detratores = NPS. 

Os índices variam de acordo com cada empresa, mas os resultados entre 76 e 100 são considerados como zona de excelência.

2. ROI

O ROI (retorno sobre o investimento) em tecnologia da informação é essencial para saber se as soluções implementadas trazem resultado para a organização. Dessa forma, a gestão de TI identifica se o retorno ocorreu conforme o planejado, se vale continuar investindo ou se é necessário readequar algum processo. 

O cálculo do ROI é feito por meio da seguinte fórmula: 

ROI = (Receita – Custo) / Custo. O resultado pode ser multiplicado por 100 para expressar o valor em percentual (%).

3. Capacidade de produção

Esse indicador mostra à gestão de TI o que os colaboradores são capazes de produzir em um intervalo de tempo. Em linhas gerais, a capacidade de produção mede o número de projetos absorvidos em determinado período, em relação ao que é esperado pela organização.

4. Impacto da gestão de TI sobre o negócio

Como citamos, a área de tecnologia da informação pode ser uma boa aliada dos diversos setores de uma empresa. Para que isso aconteça, é importante que a gestão de TI monitore o impacto das soluções desenvolvidas para cada área. 

O objetivo é ter um panorama geral sobre a contribuição do time para a geração de resultados positivos para o negócio como um todo. 

5. Atendimento aos chamados

Apesar de a TI estar cada vez mais ligada ao desenvolvimento de soluções, uma das atividades inerentes à área é a resposta a chamados

Afinal, quaisquer falhas em sistemas devem ser corrigidas rapidamente para não prejudicar o andamento dos processos. Isso inclui o departamento comercial, que não pode ficar períodos, mesmo que curtos, sem as ferramentas de vendas.

Por isso, um dos indicadores que devem ser mensurados pela gestão de TI é o tempo de resposta às solicitações dos setores. Essa métrica mostra a eficiência da equipe e se é necessário tomar providências, como, por exemplo, contratar novos colaboradores.

Soluções que a auxiliam a gestão de TI

Para que a TI atue com todo o potencial possível, é essencial investir em tecnologias. Assim, é possível otimizar os processos organizacionais, torná-los seguros e cada vez mais eficientes por meio da mensuração de indicadores

Para ajudar a sua organização, conte com soluções de segurança da informação e computação em nuvem. Estes recursos garantem a proteção de dados, agilidade nos processos e um backup eficiente, com zero tempo de inatividade. 

A add it Cloud Solutions oferece esses recursos para qualquer tipo de negócio. Tudo por meio de gerenciamento de dados na nuvem, com monitoramento proativo, geração de relatórios, testes e documentações. 

Além disso, contamos com ferramentas de segurança sob medida, flexíveis e fáceis de gerenciar. Entre eles, estão o firewall de próxima geração, antivírus de navegação e filtro de conteúdo de navegação.

Quer saber tudo o que podemos fazer pela gestão de TI da sua empresa? Então, entre em contato com um de nossos especialistas!

Categories:

Tags:

Comments are closed