ameaças cibernéticas

As ameaças cibernéticas são uma realidade enfrentadas por gestores de TI em todo o mundo, que precisam ter uma atuação proativa e desenvolver estratégias modernas para se proteger dos ataques e evitar prejuízos às empresas.

Em um cenário de constante inovação tecnológica e crescimento do volume de dados, a segurança cibernética tornou-se mais complexa e dinâmica, demandando atenção dos gestores e transformação dos negócios. Saiba mais a seguir!

Veja também: 7 pontos-chave para a transformação digital nas empresas ter sucesso

Quais os riscos envolvendo as ameaças cibernéticas?

Os gestores enfrentam um cenário de crescentes ameaças cibernéticas de acordo com as pesquisas. 

Um estudo do OTRS Group revelou que 61% das empresas sofrem incidentes semanais de segurança de TI, sendo que metade delas teve perdas financeiras decorrentes desses ataques.

Para 18% dos gestores, essas ameaças cibernéticas consistiram em eventos com alto risco à segurança aos negócios.

A eficiência da resposta aos ciberataques divide opiniões. Para 49%, os procedimentos foram bem executados, enquanto outros 49% afirmam que há potencial para melhorar.

Já uma pesquisa realizada pela Sophos identificou que 77,5% dos gerentes de TI do Brasil estão preocupados com a perda de dados em decorrências das ameaças cibernéticas.

A segunda preocupação, com 66% das respostas, está relacionada aos danos ao negócio. Em terceiro, com 21%, estão os custos decorrentes da perda de tempo e dinheiro.

Portanto, as ameaças cibernéticas apresentam riscos à operação, ao financeiro e mesmo à imagem da empresa, precisando ser evitadas com estratégias eficazes.

Veja ainda: Segurança da informação: 5 ações para aumentar a proteção de dados empresariais

Como garantir a segurança digital da empresa?

Com ataques mais sofisticados, os gestores de TI precisam responder com sistemas mais robustos e eficazes contra ataques de diferentes tipos, auxiliando na identificação e diminuindo o tempo de resposta. 

Conheças 5 das principais soluções que podem ser adotadas para melhorar suas práticas de segurança da informação!

1. Tenha uma estratégia

Ainda que pareça uma dica óbvia, muitas empresas não dispõem de um plano detalhado para prevenir e responder aos ciberataques, dificultando a identificação dessas ameaças.

O recomendado é criar um plano de incidentes, documento que centraliza as informações e ajuda na tomada de decisão mais rápida e acertada.

Leia também: 4 habilidades do gestor de TI para o sucesso da transformação digital nas empresas

2. Atue com especialistas

O profissionalismo e a experiência técnica e estratégica da equipe são fundamentais para desenvolver um sistema robusto e que atende ao dinamismo do novo cenário digital.

Dessa forma, avalie a qualificação da equipe, mas também invista em treinamentos para aprimorar o domínio sobre novas ferramentas e aplicações.

3. Centralize as operações

A estratégia de segurança contra ameaças cibernéticas deve ser um processo em constante aprimoramento, com práticas, ferramentas e regulamentos sempre em modernização.

Para que esse processo funcione adequadamente, a gestão de segurança da informação deve ser centralizada, difundindo entre equipes e departamentos as boas práticas adotadas.

4. Adeque-se às demandas legais

O cenário é de transformação na gestão e no armazenamento de dados, principalmente em decorrência das novas leis de proteção como a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD), no Brasil, e o Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados (GDPR), na Europa.

As prerrogativas legais devem ser conhecidas pelos gestores e incorporadas aos novos processos e estratégias de segurança.

Saiba mais: 7 passos importantes para se adaptar a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD)

5. Invista em computação em nuvem

A computação em nuvem é uma das principais aliadas em uma estrutura mais robusta para minimizar as ameaças cibernéticas. Ela garante a disponibilidade dos dados e a segurança da informação com praticidade de uso e gestão.

As nuvem pública, privada e híbrida são todas desenvolvidas com sistemas de proteção amplos, além de contar com soluções adicionais como recuperação de desastres e backup.

Veja mais: Computação em nuvem é uma aliada contra ameaças cibernéticas: entenda o porquê!

Para que a estratégia seja eficaz, é fundamental selecionar uma parceira especializada, como a add it Cloud Solutions. A empresa tem mais de 20 de anos de experiência e conta com diferenciais como:

  • Data Centers próprios, sendo 2 no Brasil e 1 nos EUA;
  • Mais de 25 tipos de ofertas para nossos clientes;
  • Auxílio na jornada para a nuvem, incluindo, planejamento, migração e gestão; 
  • Funcionamento 24x7x365 com monitoramento de segurança totalmente proativo.

A add it Cloud Solutions disponibiliza diferentes tipos de nuvem para adequar a solução às necessidades do seu negócio. Entre em contato conosco agora mesmo e veja como podemos ajudá-lo!

Tags:

Comments are closed