proteção de dados

O cloud computing é considerado seguro pelo mercado. Porém, uma série de erros podem ocasionar situações adversas para as empresas. Por isso, as corporações precisam buscar manter a proteção de dados constantemente. 

Leia mais: 3 fake news sobre segurança na computação em nuvem

Segundo pesquisa da Netskope, 44% de todas as ameaças da web estão localizadas na nuvem. O mesmo estudo ressalta que os problemas trazidos por uma má conduta no uso da internet podem prejudicar a companhia. Ao todo, 50% das violações de políticas internas aconteceram em aplicações de armazenamento e colaboração ou em webmail.

Conheça as dúvidas frequentes sobre proteção de dados

Quais os cuidados necessários no momento em que se precisa realizar um backup?

Manter cópias de segurança é uma estratégia essencial para as instituições. A razão é a facilidade em recuperar arquivos importantes em casos de danificações nos hardwares e softwares em que uma informação está armazenada.

A fim de ter sucesso com os backups na nuvem, as corporações necessitam optar por protocolos eficientes e que garantam a atualização dos conteúdos de forma periódica.

Por isso, é preciso ter a certeza de que o provedor contratado trabalhe com planos diários ou semanais para dispor dos dados mais recentes.

O cloud computing está livre de ataques DDoS? 

Outra questão comum está relacionada aos DDoS (Distributed Denial of Service, na sigla em inglês e Ataque de Negação de Serviço, na tradução). 

Um DDoS funciona por meio de uma série de ataques coordenados com o objetivo de danificar um objeto em específico, que podem ser sistemas, servidores ou computadores. Assim, é possível fazer com que o alvo fique lento, inoperante ou mesmo indisponível.

A computação em nuvem aparece como uma opção mais segura quanto a esse tipo de investida. Entretanto, apesar das chances menores que um provedor seja danificado, ainda há possibilidade de comprometimento da operação.

Veja também: Computação em nuvem é uma aliada contra ameaças cibernéticas: entenda o porquê!

Como lidar com emergências?

Dispor da parceria de uma companhia com experiência no ramo da tecnologia minimiza as chances de erros. Contudo, mesmo assim situações emergenciais podem ocorrer.

A fim de ter êxito no combate a essas adversidades, as provedoras devem contar com um plano de ação com o objetivo de conseguir superar qualquer imprevisto de maneira ágil e assim ter a proteção de dados adequada.

Além disso, as empresas de armazenamento on-line precisam estabelecer práticas de monitoramento. Assim, pode-se identificar comportamentos inadequados que possam ocorrer e tomar atitudes para evitar o aparecimento de falhas.

Quem é o responsável pela proteção da nuvem?

Um erro comum relacionado ao cloud computing é pensar que apenas a instituição contratada deve ser responsabilizada por eventuais problemas com a segurança.

Muito pelo contrário. Funcionários da corporação devem se atentar às regras de uso deste sistema. Dessa maneira, é possível evitar cliques em links suspeitos ou mesmo que a senha de entrada seja identificada por invasores em potencial.

Conte com uma companhia que reconheça a importância da proteção de dados

No momento da contratação de um serviço de nuvem, as instituições necessitam se atentar aos aspectos mais importantes, como a proteção de dados, para ter sucesso com essa tecnologia.

A melhor opção do mercado é a add it Cloud Solutions, que conta com soluções de última geração para atender os clientes.

Quer saber mais? Acesse em nosso site e entre em contato!

Tags:

No responses yet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *